Indústria latino-americana de calçados quer interrupção de importação de calçados da Ásia

Indústria latino-americana de calçados quer interrupção de importação de calçados da Ásia

22/05/2020

As indústrias de calçados da Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Uruguai e Venezuela concordaram em um documento em exigir que seus respectivos governos interrompessem a importação de calçados da Ásia. O documento chama a atenção para a situação crítica das empresas da região e o risco que a entrada de produtos do Oriente implica em sua recuperação.

No documento assinado pelos presidentes das principais entidades de cada país, as indústrias de calçados da América Latina apontam para uma estratégia de recuperação após o fechamento forçado da pandemia de coronavírus. As associações empresariais propõem projetar medidas de defesa comercial para conter a entrada de calçados da Ásia, dada a situação frágil das indústrias.

A crise da saúde coloca em risco severo a sustentabilidade das empresas, centenas de milhares de empregos nessa ampla cadeia de valor, e é necessário que o continente e cada um dos países trabalhem para fortalecê-los.

Cuero America