top of page

Exportações brasileiras devem crescer

Na contramão da perda de fôlego do comércio mundial, o volume de exportações brasileiras deve crescer 5,4% em 2023, após já ter aumentado 4,4% em 2022, segundo o relatório do Indicador de Comércio Exterior (Icomex) divulgado na quarta-feira, 21, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).


A FGV lembra que a Organização Mundial do Comércio (OMC) prevê um arrefecimento no ritmo de crescimento do volume do comércio mundial de mercadorias, de uma alta de 2,7% em 2022 para 1,7%, em 2023. Para a América do Sul, o avanço sairia de 1,9% para 0,3% no mesmo período.


"O Brasil é a maior economia da região e o maior exportador. Entre os 30 principais exportadores mundiais de 2022, o único país (sul-americano) que integra a lista é o Brasil na 26ª posição (participação de 1,3% nas exportações mundiais). Nesse contexto, a previsão do crescimento do volume exportado na região (América do Sul) é fortemente influenciado pelo desempenho do Brasil", apontou o relatório do Icomex.


Estadão




Comments


bottom of page