top of page

Balança comercial de janeiro tem novos recordes

Neste início de ano, a balança comercial registrou recordes históricos para um mês de janeiro em exportações, saldo comercial e corrente de comércio.


As exportações brasileiras somaram, em janeiro, US$ 27,02 bilhões, crescimento de 18,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Já as importações tiveram queda de 0,1%, atingindo US$ 20,49 bilhões no período. Os números resultaram em um superávit comercial de US$ 6,53 bilhões no mês, um salto de 185,6% em relação a janeiro de 2023. A corrente de comércio somou US$ 47,5 bilhões, com crescimento de 9,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior.


Esses resultados são os maiores para um mês de janeiro desde o início da série histórica, em 1989.


A expansão das exportações foi puxada, principalmente, pelo crescimento da indústria extrativa (53,3%, atingindo US$ 8,16 bilhões), com destaque para minérios de cobre e seus concentrados (100,9%), minério de ferro e seus concentrados (56,9%) e óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos, crus (53,4%).


Na indústria da transformação (4,6% de aumento, alcançando US$ 14,45 bilhões) os maiores crescimentos foram em relação à exportação de açúcares e melaços (88,5%), farelos de soja e outros alimentos para animais (excluídos cereais não moídos), farinhas de carnes e outros animais (30,7%) e óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) (20,6%).


Comunicação do MDIC




Comments


bottom of page