top of page

BID estima que o PIB do Brasil desacelere o ritmo de crescimento

Atualizado: 12 de mar.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) estima que o PIB do Brasil desacelere o ritmo de crescimento quase pela metade em 2024. O organismo, com sede em Washington DC, estima avanço de 1,5% em 2024 contra alta de 2,9% no exercício passado, conforme projeções divulgadas nesta segunda-feira, 11. Caso se concretize, o Brasil deve crescer abaixo da América Latina e Caribe e também desacelerar de forma mais intensa.


O BID estima que a região deve apontar crescimento de 1,6% neste ano, após ter apresentado expansão de 2,1% em 2023, superando as expectativas de economistas e analistas. "Países de grande porte como Brasil e México propiciaram melhorias relevantes para o crescimento regional", destaca, no estudo "Pronto para decolar? Aproveitando a estabilidade macroeconômica para o crescimento", publicado nesta segunda.


No geral, a região da América Latina e Caribe demonstrou uma "força econômica inesperada" em 2023, avalia o BID. O México, por sua vez, deve crescer 2,1% em 2024. No ano passado, a economia mexicana, que tem se beneficiado do comércio com países vizinhos, o chamado "nearshoring", avançou 3,1%.


Agência Estado


Comments


bottom of page