top of page

Custos da indústria sobem e ficam 30% acima do pré-pandemia

O Indicador de Custos Industriais, da CNI, interrompeu a sequência de cinco quedas e apresentou alta de 4% no quarto trimestre de 2023 em relação ao trimestre anterior, acima do Índice de Preços do Produtor (IPP), medido pelo IBGE. Com o aumento registrado, os custos industriais estão 30,1% acima do patamar pré-pandemia. O indicador mede os gastos do setor industrial com a produção (o que inclui energia, pessoal e insumos), com o capital e com o custo tributário.


Os custos tributários aumentaram 10,3% na comparação do quarto trimestre de 2023 com o anterior, o custo de produção aumentou 3,9% e o custo com capital caiu 5,6%, mas esta queda não foi suficiente para reverter a alta dos demais componentes do índice.


De acordo com a economista da CNI Paula Verlangeiro, a elevação dos custos industriais acima do IPP, que mede os preços das mercadorias vendidas pela indústria de transformação, mostra um recuo do índice de lucratividade da indústria brasileira de 2,4% no quarto trimestre de 2023. “Esse movimento ocorreu dado que a alta de preços das mercadorias vendidas pela indústria de transformação, de 1,5%, foi menor que o aumento de custos industriais, de 4%”, segundo a economista.


Portal da Indústria




コメント


bottom of page