EasyPro é parceira importante da Arezzo

Depois de lançar um fundo de CVC em 2020, o grupo de moda reforçou a aposta nas startups com uma incubadora própria. As três primeiras empresas já foram escolhidas: Abbiamo, Easypro e Growdev.

A moda de investir em novos negócios de tecnologia pegou de vez entre as grandes empresas. A prova mais recente veio com a Arezzo&Co que, depois de lançar um fundo de corporate venture capital (CVC) em 2020, agora foca esforços em sua incubadora de startups e já selecionou os primeiros negócios que farão parte do programa.

Entre as companhias selecionadas estão Abbiamo, que atua no controle digital de processos logísticos com foco na experiência de entrega ao consumidor final; Easypro, voltada para soluções em software para produtividade; e Growdev, startup de tecnologia focada na formação de profissionais para o mercado de produtos digitais.

O programa tem duração de seis meses e é dividido em quatro etapas que vão desde a seleção das empresas até a experimentação das soluções desenvolvidas. Os empreendedores vão passar por mentorias com profissionais da Arezzo&Co e com especialistas do Sebrae, que atua em conjunto com o grupo de moda na iniciativa.

O processo de seleção das startups visa buscar negócios que desenvolvam soluções para problemas enfrentados pelo grupo de moda que contempla as marcas Arezzo, Schutz, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever, Alme e Vans. A expectativa é de que as incubadas desenvolvam serviços que possam gerar aumento de receita, redução de custos e até novos modelos de negócios.


Neo Feed