Estados Unidos compram mais calçados peruanos

De acordo com relatório do Centro de Pesquisas Econômicas e Empresariais da ADEX, Associação de Exportadores do Peru, as vendas externas do setor calçadista e suas peças, nos dois primeiros meses do ano, totalizaram US$ 2,5 milhões, o que significou um aumento de 21,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os Estados Unidos foram o maior comprador, no valor de US$ 914 mil, o que representou um aumento de 155% em relação a 2021, concentrando 36% do total de vendas ao exterior. Seguiram-se o Chile com compras por US$ 647 mil e um crescimento de 26,5%, e Cuba com um valor de US$ 414 mil, com variação positiva de 925%. Em ordem de importância, seguiram Equador, Bolívia, Canadá, Bélgica, Holanda, Alemanha e México, totalizando 24 países.

O Peru enviou ao exterior sandálias femininas, masculinas, femininas e masculinas (couro e couro sintético); sapatos de couro e couro sintético; com aplicação artesanal; botas industriais de borracha com pontas de metal e outros (solas e saltos).

Os destaques foram calçados de couro 42,7%; borracha e plástico 28,3% e têxteis 25,6%.

Em 2021, as exportações totais do setor calçadista e suas peças do Peru atingiram um faturamento de US$ 19,8 milhões, para 2 milhões de pares, 43,6% a mais em valor do que em 2020.


Revista Serma