top of page

Exportações da indústria sobem 28,4% no Rio Grande do Sul

As exportações da indústria de transformação do Rio Grande do Sul totalizaram US$ 1,5 bilhão em setembro, fechando com um crescimento de 28,4% (+US$ 332,2 milhões) na comparação com o mesmo mês de 2021. Trata-se da 21ª alta consecutiva. Na relação com igual período de 2019, antes da pandemia, representa uma elevação de 35,7%, ou mais US$ 395,8 milhões. Tabaco foi o principal setor exportador, US$ 175,3 milhões em vendas, incremento de 283,6%. No acumulado do ano até setembro, as exportações da indústria gaúcha somaram US$ 12,8 bilhões, um aumento de 27,7% ante os nove primeiros meses de 2021, e de 35%, em relação aos de 2019.

Dos 23 setores que registraram embarques no mês passado, 17 cresceram. Tabaco, o primeiro colocado, elevou suas vendas principalmente para a Bélgica (+US$ 45,7 milhões). Na segunda posição, Alimentos aumentou suas exportações em US$ 117,8 milhões, avanço de 25,1%, especialmente para a França (+US$ 28,8 milhões). As vendas de farelo de soja, óleo de soja e carne de frango in natura foram os destaques positivos.

O setor de Veículos automotores, com mais US$ 41,4 milhões, apresentou crescimento expressivo de 96% no mês, sendo que autopeças, chassis e carrocerias para veículos automóveis estiveram entre os principais responsáveis pelo incremento mensal. Chile e Argentina acabaram como os primeiros destinos do setor, com incrementos de US$ 14,9 milhões e US$ 8,74 milhões, respectivamente.


Comunicação da FIERGS






Comments


bottom of page