top of page

Exportações de calçados iniciam o ano em alta

Dados elaborados pela Abicalçados apontam que, em janeiro, foram embarcados 14,63 milhões de pares, que geraram US$ 117,9 milhões. Os resultados são superiores tanto em volume (+4,5%) quanto em receita (+16,6%) em relação ao primeiro mês de 2022. Em janeiro, o crescimento dos pares embarcados aos países membros da União Europeia mais do que compensou as quedas registradas para Estados Unidos e Argentina, historicamente os dois principais destinos do calçado brasileiro. Segundo o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, as exportações para o bloco econômico cresceram 29% em receita e 27,9% em volume. “A desaceleração da inflação na região tende a beneficiar, gradativamente, o consumo de bens não essenciais, caso dos calçados”, avalia o executivo, ressaltando que o FMI revisou - para cima - a projeção de crescimento do PIB para a Zona do Euro, que deve variar 0,7% em 2023 - previsão anterior era de 0,5%.


Comunicação da Abicalçados





Comments


bottom of page