top of page

FIERGS define ações para internacionalização de empresas em 2023

As ações de internacionalização da FIERGS para 2023 começam em abril com as primeiras missões empresariais e feiras de negócios. A estreia será entre os dias 10 e 14, quando o presidente da FIERGS, Gilberto Porccello Petry, lidera uma comitiva ao Cazaquistão. Na nação asiática, ocorrerá o segundo encontro de negócios Cazaquistão-Brasil, coordenado pela CNI e sua congênere naquele país, em busca de diálogos empresariais para fortalecimento da relação bilateral e de investimentos. Na agenda da FIERGS, estão previstos ainda encontros com representantes governamentais e empresariais cazaques.

Ainda em abril, haverá a tradicional Feira de Hannover, na Alemanha, entre 17 e 21, cujo foco está nos setores metalmecânico, de automação, logística e indústria digital. Ao mesmo tempo, ocorrerá a feira de construção civil e arquitetura BAU, em Munique. O mês termina com uma missão para o Salão de Móveis de Milão.

Já em outubro, serão realizadas missões para Anuga, a maior feira voltada para o setor de alimentos e bebidas do mundo, na Alemanha, entre os dias 7 e 11, e para a IBA Munique, com foco nos setores de panificação e confeitaria. No mesmo mês, em Caxias do Sul, ocorrerá a Feira Mercopar, entre 17 e 20, na qual a Gerência de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Gerex) da FIERGS organizará rodadas de negócios internacionais.

Além das missões em que a FIERGS será articuladora, organizadas pelo Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), também ocorrerão outras em que a entidade atuará como colaboradora de federações industriais de outros estados. Nestas, estão contemplados os setores de cervejarias, em uma missão prospectiva para a Feira BrauBeviale, na Alemanha; o moveleiro, na Ligna, em Hannover; o setor de alimentos e bebidas na Summer Fancy Food, em Nova Iorque; o têxtil, na Colombiamoda; e mais o Salão do Chocolate, em Paris.

PROJETOS Mas as ações de internacionalização da FIERGS para as indústrias não se restringem apenas a missões e feiras. Também serão realizados projetos para auxiliar empresas a fecharem negócios com parceiros estrangeiros. O primeiro deles é o Mais Mercados, parceria com o Sebrae, para auxiliar micro e pequenas a se internacionalizarem por meio de capacitações, consultorias e rodadas de negócios. Outra iniciativa é a segunda edição do Projeto Mulheres na Exportação, conectando empresas brasileiras lideradas e/ou geridas por mulheres com compradores da América Latina, a partir de rodadas de negócios virtuais.

A Gerex também organizará ao longo do ano mais de 40 ações, entre capacitações e webinars, com foco em temas de comércio exterior e relações internacionais. O próximo será em 8 de fevereiro, um webinar sobre empreendedorismo para exportar. Em 14 e 15 do mesmo mês, ocorrerá a capacitação sobre operações e conceitos do comércio exterior; e em 1º de março, sobre planejamento estratégico na internacionalização da empresa.

A FIERGS dispõe ainda de serviços na área de inteligência comercial, que realiza estudos de mercado customizados e sistemas de business intelligence aplicados ao comércio internacional. A gerência se prepara para atender cerca de 40 empresas ao longo do ano com projetos customizados, além de divulgar conteúdos e webinars com foco nos mercados estratégicos para a indústria do Rio Grande do Sul: China, Estados Unidos, Argentina, América Latina, África e Europa.

Comunicação da FIERGS




Comments


bottom of page