top of page

Indústrias de couro e calçados crescem mais no Ceará

A produção da indústria do vestuário — a qual engloba os setores têxtil e de confecção — cresceu 27,5%, em 2024, no Ceará. Essa foi a maior elevação entre as atividades industriais locais, até março, ante igual período em 2023. Os dados constam em levantamento do Observatório da Indústria, divulgado pela Fiec, em Fortaleza.


Apesar do resultado positivo, o ramo de vestuário corresponde a apenas 7% da participação industrial cearense. A segunda maior produção foi registrada no segmento de couros e calçados (19,5%).


Conforme o economista chefe da Fiec, Guilherme Muchale, no ano passado, os segmentos de confecção e calçadista tiveram desempenhos negativos. “Essa base de comparação facilita os resultados positivos, lembrando que a indústria da moda gera mais de 100 mil empregos”, disse.


Diário do Nordeste



Comments


bottom of page