Inflação da indústria sobe 3,13% em março

Os preços no setor industrial em março de 2022 aumentaram para 3,13% em relação ao mês anterior, após subirem 0,54% em fevereiro frente a janeiro. No acumulado dos últimos 12 meses, a taxa foi de 18,31%.No acumulado do ano, os preços da indústria cresceram 4,93%, abaixo do verificado no primeiro trimestre de 2021 (13,92%). Os dados são do Índice de Preços ao Produtor (IPP), divulgado pelo IBGE.

Segundo o IBGE, o IPP mede a variação dos preços de produtos na porta da fábrica, isto é, sem impostos e frete, de 24 atividades das indústrias extrativas e da transformação. Dessas, 16 apresentaram alta em março.

As maiores influências vieram de refino de petróleo e biocombustíveis (alta de 1,23 ponto percentual), alimentos (0,71 ponto percentual), indústrias extrativas (0,61 ponto percentual) e outros produtos químicos (0,57 ponto percentual). “Essas quatro atividades responderam por 3,12 pontos percentuais, praticamente todo o índice”, disse, em nota, o gerente do IPP, Manuel Campos.

Segundo o pesquisador, esse aumento de 3,13% do IPP é influenciado pelos custos e pelo movimento internacional, começando com o preço do barril de petróleo. “Quando aumenta o preço do barril, sobe o preço dos derivados. Os preços do setor de refino de petróleo e biocombustíveis subiram 10,84% em março, com destaque para o óleo diesel e gasolina”, afirmou.


Agência Brasil