top of page

Inserção do jovem na indústria foi tema na Mostratec

Durante a Mostratec, maior feira de ciência e tecnologia que ocorre em Novo Hamburgo, o SinmaqSinos, em parceira com sindicatos industriais da região, realizou nesta quarta-feira um bate-papo com empresários para tratar sobre o desafio de inserção do jovem na indústria.

No início do evento, Ramon Hans , diretor da escola técnica Liberato, promotora da feira, convidou aos empresários para ao final do evento prestigiar os talentos projetos expostos pelos alunos na Mostratec.

O tema da inserção do jovem na indústria foi abordado por representantes do Senai, IEL e Sesi, com a mediação de Cristine Schneider, integrante do Grupo de RH do SinmaqSinos, vice-presidente de Educação e Cultura da ACI Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha e assessora de comunicação da Master Equipamentos Industriais.

Rodrigo Ourives, Gerente de Operações de Educação e Tecnologia do Senai Novo Hamburgo falou sobre os diversos projetos desenvolvidos pelo Senai no ensino profissional. Destacou o Projeto "SENAI Lab Trilhas da Aprendizagem" que inclusive recebeu o Prêmio "Ser Educação", promovido pelo Grupo Sinos na categoria Escola Privada na Mostratec. O projeto oportuniza a alunos do ensino fundamental (até 9º ano) da rede pública de ensino, vivências do mundo do trabalho e das profissões, através de uma metodologia inovadora com viés empreendedor e temas relacionados a diversas áreas do conhecimento, mostrando a estes estudantes que a indústria é um caminho cheio de oportunidades.

Também falou sobre o Programa de “Preparação para Carreira do Aprendiz” que tem como objetivo propiciar e incentivar a integração de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para a inserção no mercado de trabalho dos alunos.

Fabiana Buchs e Thaise Soares, analistas do IEL/RS falaram sobre os formatos de estágios do IEL e programas de bolsas. Fabiana comentou sobre o Programa Inova talentos que é um sistema de bolsas com formação mais voltada a inovação. Destacou que o IEL apoia todo o processo de seleção e trabalha de acordo com a necessidade da empresa, identificando o perfil do estagiário que atenda a cultura da empresa, fazendo ainda todo o acompanhamento comportamental com o jovem.

A coordenadora do Observatório da Educação do SESI/RS Ecléia Conforto, também falou sobre os programas de educação do Sesi que tem como foco a reinvenção e busca por novas respostas para a Educação e o Mundo do Trabalho, através de ações com alunos do ensino médio e EJA.

Falou que o Brasil tem a quinta população mais idosa do mundo e que o Rio Grande do Sul tem a população mais idosa dentre os demais estados.

Comentou que o jovem desconhece a indústria atual e que este fato é uma oportunidade para as indústrias se mostrarem mais.

Disse ainda que os jovens são muito tecnológicos e que também se faz necessário trabalhar o conflito de gerações entre estes jovens e os profissionais mais experientes.

Senai, IEL e Sesi estão à disposição das indústrias para ouvirem os seus anseios e juntos encontrarem soluções que atendam as suas reais necessidades.




Comments


bottom of page