top of page

Juro, cautela e crise na Argentina explicam queda de 8,7% na indústria do RS em 2023

Na esteira de atividade econômica com avanço limitado, a indústria do Rio Grande do Sul amarga resultado negativo neste ano. O setor registra queda de 8,7% na produção no acumulado de janeiro a abril ante o mesmo período do ano passado, segundo dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) Regional, do IBGE. A variação negativa ocorre mesmo após dois meses com dados positivos, que diminuem a intensidade da queda, mas não revertem o cenário. Juro ainda em patamar elevado, cautela em relação ao avanço de reformas do governo e impacto da crise da Argentina nos negócios do Estado ajudam a explicar esse movimento de retração, segundo especialistas e integrantes do setor.

Bernardo Almeida, analista da pesquisa do IBGE, afirma que a indústria gaúcha apresenta um movimento parecido com o observado no país no agregado do ano, mesmo que em patamar maior, com volatilidade, cautela e arrefecimento em um ambiente de incerteza, inflação alta, desemprego e juro elevado.


Zero Hora



Comments


bottom of page