top of page

Pequenas indústrias afirmam ter dificuldades de acesso ao crédito no fim de 2022

O Panorama da Pequena Indústria, da CNI, registrou queda nos quatro indicadores que analisam a performance das micros e pequenas indústrias brasileiras, no último trimestre de 2022: desempenho, situação financeira, confiança e perspectiva. Apesar dessa retração, os indicadores se mantiveram acima da média histórica. Além disso, entre os principais problemas, nos últimos meses do ano passado, empresários relataram insatisfação com acesso ao crédito e com a taxa de juros.

O Índice de Desempenho fechou o quarto trimestre de 2022 com 44,3 pontos. Quando comparado com o mesmo período no ano anterior (47,4 pontos), o indicador apresenta uma redução de 3,1 pontos. A média histórica é 43,8 pontos.

O levantamento da CNI mostra ainda mudança no ranking dos principais problemas das pequenas indústrias. Depois de quase dois anos, oscilando no top 3 de principais problemas, a falta ou alto custo de matéria-prima deixou de ser o principal incômodo. Nos últimos meses de 2022, os empresários reclamaram mais da elevada carga tributária e das taxas de juros. Outros desafios que se destacaram nesse período foram a demanda interna insuficiente, burocracia excessiva, competição desleal e dificuldades na logística de transporte.


Portal da Indústria






Comments


bottom of page