Pesquisa aponta para uma próxima geração de robôs metamorfos

Físicos descobriram uma nova maneira de revestir robôs em materiais macios que permitem que eles se movam e funcionem de maneira mais proposital. A pesquisa, liderada pela Universidade de Bath, na Inglaterra, é descrita na Science Advances.

Os autores do estudo acreditam que sua modelagem inovadora em 'matéria ativa' pode marcar um ponto de virada no design de robôs. Com o desenvolvimento do conceito, pode ser possível determinar a forma, o movimento e o comportamento de um sólido macio não por sua elasticidade natural, mas pela atividade controlada pelo homem em sua superfície.

A superfície de um material macio comum sempre encolhe em uma esfera. Pense na forma como a água se transforma em gotículas: a formação de gotas ocorre porque a superfície de líquidos e outros materiais macios se contrai naturalmente na menor área de superfície possível – ou seja, uma esfera. Mas a matéria ativa pode ser projetada para trabalhar contra essa tendência. Um exemplo disso em ação seria uma bola de borracha envolta em uma camada de nano-robôs, onde os robôs são programados para trabalhar em uníssono para distorcer a bola em uma nova forma pré-determinada (digamos, uma estrela).

Espera-se que a matéria ativa leve a uma nova geração de máquinas cuja função virá de baixo para cima. Assim, em vez de serem governadas por um controlador central (como os braços robóticos de hoje são controlados nas fábricas), essas novas máquinas seriam feitas de muitas unidades ativas individuais que cooperam para determinar o movimento e a função da máquina. Isso é semelhante ao funcionamento de nossos próprios tecidos biológicos, como as fibras do músculo cardíaco.

Usando essa ideia, os cientistas poderiam projetar máquinas macias com braços feitos de materiais flexíveis alimentados por robôs embutidos em sua superfície. Eles também podem adaptar o tamanho e a forma das cápsulas de entrega de drogas, revestindo a superfície das nanopartículas em um material responsivo e ativo. Isso, por sua vez, pode ter um efeito dramático sobre como uma droga interage com as células do corpo.

Saiba mais acessando: https://bit.ly/3tkYsFT


CIMM