top of page

Por empregos, reforma tributária deve ser prioridade

A maioria dos empresários brasileiros acredita que a reforma tributária é a principal medida a ser adotada pelo próximo governo para estimular a geração de empregos. Segundo pesquisa realizada pela CNI, 56% dos executivos do Brasil apoiam uma proposta que mude as regras de tributação do país.

O Brasil tem um modelo complexo e ineficiente de cobrança de impostos, que freia o crescimento da economia. Aliado aos altos tributos e à falta de qualificação profissional, o atual conjunto de regras tributárias é apontado como gargalo para ampliar as oportunidades de trabalho no país.

Para 48% dos entrevistados pela pesquisa, é preciso reduzir os tributos sobre a folha de pagamento. O fortalecimento da capacitação profissional foi indicado por 35% dos empresários entre as principais medidas para gerar emprego.

A pesquisa Agenda de Prioridades da CNI, encomendada ao Instituto FSB Pesquisa, ouviu 1.001 executivos de empresas industriais de pequeno, médio e grande porte de todas as regiões do país. As entrevistas foram feitas por telefone entre 10 e 24 de agosto de 2022.


Portal da Indústria




Comments


bottom of page