top of page

Produção industrial volta a crescer no Rio Grande do Sul

A Sondagem Industrial do RS, divulgada nesta quinta-feira (4) pela FIERGS, revela que, após seis meses entre estabilidades e quedas, a produção industrial voltou a crescer em março. Em um total de cem pontos, o índice de produção atingiu 54,6, valor acima da média histórica de 51,5 do mês, indicando um ritmo mais intenso do que a sazonalidade sugere. Em contrapartida, não houve geração de emprego, que caiu pelo sexto mês consecutivo. O índice do número de empregados continua abaixo de 50 pontos, mas ao atingir 49,6, o maior valor dos últimos seis meses, indica a queda menos intensa do período. “Apesar do resultado, a indefinição do cenário econômico no País provoca apreensão nos industriais e deixa o setor cauteloso em relação a investimentos para os próximos meses”, diz o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

A utilização da capacidade instalada (UCI) cresceu de 69%, em fevereiro, para 71%, em março, percentual próximo do grau médio histórico do mês (70,8%). Já o índice de UCI em relação a usual subiu de 41,8 para 45,1 pontos no período. Está abaixo do normal em março, mas mais perto do nível de UCI usual, determinado pelos 50 pontos.

Já nos estoques, o índice de produtos finais em relação ao planejado registrou 53,3 pontos, mesmo valor de fevereiro, com um nível maior do que o previsto pelas empresas. Neste caso específico, valores superiores a 50 representam acúmulo de estoques.


Comunicação da FIERGS



Comments


bottom of page