top of page

SENAI coordena força-tarefa para requalificar 4,2 milhões de trabalhadores

Com o desafio de preparar jovens e adultos para um trabalho cada vez mais impactado pelas novas tecnologias, o SENAI reuniu instituições de ensino brasileiras, empresas, governo e organizações internacionais, como Fórum Econômico Mundial, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e Banco Mundial.

O Seminário Internacional de Educação Profissional, realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho, por meio do Futura, ocorreu nesta quinta-feira (1º) no formato híbrido com a seguinte provocação: “O que mudar na educação de hoje para o futuro do trabalho?”.

As apresentações e debates se debruçaram sobre os desafios para expandir e melhorar a formação técnica e profissional, especialmente aquela voltada para requalificação e aperfeiçoamento da força de trabalho. As reflexões e a união de esforços são o pontapé inicial para a Aceleradora de Competências (Closing the Skills Gap Accelerator, no original em inglês), iniciativa liderada globalmente pelo Fórum Econômico Mundial e que, aqui no Brasil, será coordenada pelo SENAI.


Portal da Indústria




Comments


bottom of page