top of page

Setor couro e calçado ajuda a sustentar crescimento da indústria no RS

O nível da atividade industrial no primeiro semestre no Rio Grande do Sul se manteve 9,1% acima do patamar anterior ao da pandemia. No período, o estado registrou elevação de 4,4% na comparação com o mesmo intervalo do ano passado. Com alta de 11,2%, o setor coureiro-calçadista ajudou a sustentar o crescimento. As informações são do Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), divulgado pela FIERGS, nessa segunda-feira (8).

“A indústria gaúcha mostrou forte expansão das exportações no primeiro semestre, apesar das restrições nas cadeias de suprimentos, da guerra da Ucrânia, da intensa elevação das taxas de juros, da inflação, e sobretudo, dos preços dos combustíveis”, observa o presidente da Fiergs, Gilberto Petry.

Dos componentes do IDI-RS, o destaque positivo no primeiro semestre foram as horas trabalhadas na produção, que cresceram 9%. Contribuíram na mesma direção, o emprego (6,4%), a massa salarial real (6,8%), as compras industriais (3,9%) e o faturamento real (3,7%). A exceção foi a utilização da capacidade instalada (UCI), cuja média de 81%, em 2022, ficou 0,7 ponto percentual abaixo do primeiro semestre de 2021.


Jornal Exclusivo





コメント


bottom of page