top of page

Siderúrgicas veem cenário externo com cautela

As siderúrgicas listadas na bolsa brasileira vêm enfrentando um cenário de custos maiores de suas operações, fretes mais elevados e uma atividade econômica incerta na China, o que têm levado as companhias do setor a adotarem uma cautela adicional, diante de um segundo semestre que promete ser desafiador.

No segundo trimestre, de forma geral, as empresas de matérias-primas e commodities publicaram resultados mistos. Algumas siderúrgicas tiveram dados acima das expectativas, como a Gerdau superando em preços realizados, Usiminas fortes nos embarques, embora CSN tenha decepcionado em parte, apontou o BofA.

Gustavo Werneck, CEO da Gerdau, observou que os preços internacionais do aço e das matérias-primas registram alta volatilidade, enquanto o presidente do Conselho de Administração da CSN, Benjamin Steinbruch, considerou o 2T22 “desorganizado” em termos de cadeia de preço e logística.


Infomoney




Comments


bottom of page