top of page

Atividade industrial recua em maio, segundo a CNI

Em maio de 2024, a atividade industrial apresentou enfraquecimento, segundo a Sondagem Industrial. A pesquisa da CNI mostra que houve recuo na produção, no emprego industrial e nos níveis de estoques no quinto mês do ano. Os dados começam a refletir os impactos dos eventos climáticos ocorridos no Rio Grande do Sul.


“Acreditamos que a situação não vai interferir nos custos dos produtos industriais de forma persistente e generalizada. Apesar da queda nos estoques para aquém do planejado, os empresários têm buscado outras opções para adquirir insumos e atender as demandas do mercado”, explica o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.


O índice de evolução da produção industrial caiu de 51,2 para 47,4 pontos na transição de abril para maio. Após dois meses mostrando avanço da produção, o índice se encontra abaixo da linha divisória de 50 pontos, o que significa queda na produção.


Apesar de ser comum para o período, o recuo foi mais intenso que o usual, influenciado pelos dados da produção na região Sul em decorrência dos eventos climáticos ocorridos no Rio Grande do Sul: o índice para a região atingiu 39,6 pontos.


Portal da Indústria



Comentários


bottom of page